livrosemfinal.zip.net


ÚLTIMO

FELIZ NATAL!    HO! HO! HO!



Escrito por Armando às 21h16
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


PRIMEIRO VOLUME

Meus Queridos Amigos Blogueiros,

 

Venho hoje deixar uma notícia triste. Como os que já me acompanhavam há algum tempo devem ter desconfiado, este Blog está num ritmo “devagar, quase parando”.

Vou transcrever abaixo um post que fiz em 08/01/2007. Ele irá fazer alguns relembrar, outros refletirem e alguns outros entender perfeitamente o mundo da Blogosfera.

Estou entrando numa fase muito intensa em minha vida. Felizmente um projeto antigo está começando a deslanchar (a montagem de um restaurante fast-food de grelhados e lanches, que seria a evolução do meu ramo de atividade). Isso, com certeza, tomará todo meu tempo livre até a inauguração e toda a minha energia até pagar as contas, rsrsrs.

Sendo assim, me vejo obrigado a encerrar o primeiro volume do “LIVROSEMFINAL”.

Deixo um enorme beijo de gratidão à “LILI” do quasehistóriasdeamor por ser a minha maior incentivadora todo esse tempo, nunca deixando de comentar e a todos aqueles que me deram a oportunidade da amizade virtual, os atuais e os adormecidos, rsrsrs.

Não estarei sumindo da Rede, apenas minhas visitas não serão com a constância que gostaria. Segue abaixo o post mencionado:

 

Vocês sabem, como já disse em alguns comentários, aproveitei esses dias de festas para tirar umas férias do Blog e refletir sobre o mesmo. Parece que foi uma epidemia, rs. Quase todos meus amigos blogueiros fizeram o mesmo. O “Inconsciente Coletivo” mais uma vez funcionou.

É certo que andava meio descontente com o andamento do meu Blog, nada de mais, apenas aquela fase que, acredito eu, todos os blogueiros com mais de 6 meses na ativa já passaram.

O mundo da Internet não havia, tempos atrás, me fascinado tanto. Não uso a Internet em meu trabalho no dia-a-dia, apenas para algumas pesquisas. Bate-Papo, Orkut, sites de relacionamentos, nunca foram minha praia. Até que descobri os Blogs. Aí sim vi uma oportunidade de comunicação inteligente, interação e troca de opinião sobre qualquer assunto. Bastante incentivado pela “LILI” resolvi criar o meu cantinho. No começo as idéias fervilhavam na minha cabeça. Estruturei-o de forma que teria várias janelas para usar: textos com minha opinião das coisas, piadas, auto-ajuda, discursos de Don Quixote, fotos interessantes e vários outros mecanismos que o deixariam bastante versátil. Com isso consegui vários (e queridíssimos) leitores fiéis. As visitas foram aumentando e quando chegaram a 1.000 visitas fiquei orgulhoso de mim mesmo (não que a quantidade fosse meu objetivo, mas, quem não gosta de números?). Uma coisa começou a me encabular: Os textos que escrevia não tinham comentários e as piadas eram o forte.

PÔ! Quero que as pessoas me admirem pelo que escrevo e não pelo que copio!

Afinal, as piadas se encontram em qualquer site.

Aí bateu a crise. Comecei, então, a analisar o que estava acontecendo. Teria que parar de escrever para conhecer a opinião de meus leitores, amadurecer com isso. Valeu muito essa parada. Como podem ver nos comentários anteriores, as palavras sinceras e verdadeiras vieram de encontro às minhas conclusões:

As pessoas buscam a Internet primeiramente para diversão. Elas não gostam muito de textos longos (abandonando-os pela metade, por isso não comentam). Nem sempre o texto cabe um comentário ( por isso, quem estiver lendo esse até o fim saberá que, a partir de hoje, quando quiser marcar minha visita em algum Blog e não tiver nada para comentar, apenas escreverei “SEM COMENTÁRIOS”.

Como diria Camões: não escrevo para uma multidão, apenas para quem quiser ler. E num ritmo que não escravize.

 



Escrito por Armando às 21h13
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Saindo da letargia...

Tá bom! Vou escrever! Mas só porque o Marco (http://antigasternuras.blogspot.com) me pediu...

Faz parte de uma brincadeira onde se deve escolher no livro que estiver lendo (ou tenha gostado de ter lido) a quinta frase da página 161 e transcrevê-la para o Blog. Depois é só indicar mais cinco para entrarem na brincadeira.

Vamos lá: o livro escolhido foi “Onze Minutos” do Paulo Coelho. Trata-se da história de uma moça do interior do Brasil que resolve se aventurar na Suíça como garota de programa.

Na página 161 a parte mais interessante é essa:

- Você não parece interessada.

Ela fez um esforço. Afinal de contas, era o homem a quem decidira entregar seu coração, embora já não estivesse tão segura.

- Não estou interessada naquilo que conheço; isso me entristece. Você me disse que havia outra história.

- A outra história é exatamente o oposto: a prostituição sagrada.

De repente, ela saíra do seu estado sonolento e o escutava com atenção. Prostituição sagrada? Ganhar dinheiro com sexo, e ainda assim aproximar-se de Deus?

- O historiador grego Heródoto escreve a respeito de Babilônia: “Existe ali um costume muito estranho: toda mulher que nasceu na Suméria é obrigada, pelo menos uma vez em sua vida, a ir até o templo da deusa Ishtar e entregar seu corpo a um desconhecido, como símbolo de hospitalidade, e por um preço simbólico”.

Taí a minha contribuição à brincadeira... quem gostar pode se convidar e sair da letargia como eu, rsrsrs.

Fico devendo a indicação, pois a maioria que está linkada no Blog, ou já participou da brincadeira ou está adormecido...

 



Escrito por Armando às 19h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


páginas em branco

???

Não sei o que está acontecendo comigo.

Seria falta de inspiração

ou

Acomodação natural?

Sei lá...

Só sei que neste livro

ficaram algumas páginas em branco...

 



Escrito por Armando às 22h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Um simples brasileiro.

Todo mês é a mesma coisa. Até o dia dez, em qualquer lugar que se vá, encontramos filas enormes. Todo brasileiro, salvo uma crescente exceção, assim que recebe seu pagamento, sai para pagar suas contas do mês, independente do vencimento; quer quitar e “ficar livre”.

Segundona brava, fim de tarde, estava eu cumprindo uma determinação da esposa para que postasse uma correspondência.

Após intermináveis 45 minutos chegou minha vez. Não poderia deixar de fazer minha observação à atendente, que muito prestativa me deu um cartão com telefone e endereço da Ouvidoria dos Correios para que, através de minha reclamação, pudessem fazer algo a respeito.

Não tive dúvidas, de posse do e-mail da Ouvidoria expliquei a situação e o meu descontentamento junto àquele órgão estatal de prestação de serviço postal o qual, depois de se tornar agente recebedor, ficou a desejar. Não era possível que para se postar uma carta teria que aguardar mais de 80% das pessoas presentes no local pagarem conta, pois para esse serviço a cidade contava com mais de 50 postos e para se usar serviços postais, apenas uma agência. Fiz a sugestão para que se colocasse um guichê exclusivo para postagem, o que era o mínimo que se poderia fazer em consideração ao serviço principal daquele órgão.

Dia seguinte abro minha caixa postal e está lá um e-mail da Ouvidoria Regional dos Correios agradecendo a sugestão e dizendo que, a partir de hoje, todas as agências de pequeno porte, caso da nossa, seguiriam a determinação de um guichê exclusivo para tratar de assuntos exclusivos de postagem como sugeri.

Claro que a minha sugestão não se trata de nenhum “ovo de Colombo”, e só foi possível o seu acolhimento porque encontrou respaldo num funcionário que realmente se interessa pelos problemas da população e não se esconde atrás de uma mesa esperando apenas uma polpuda aposentadoria.

Tudo isso respondi a ele e agradeci a atenção dada, esperando que mais pessoas se encorajem em buscar soluções para o país.

Senti que a minha condição de simples brasileiro subiu uma posição: sou agora um brasileiro que participa do crescimento e destravamento do Brasil.

 



Escrito por Armando às 16h50
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


E a ponte caiu...

Quando será que vamos aprender com os americanos a valorizar nosso país?

Uma grande tragédia aconteceu lá, onde uma ponte sobre o rio Mississipi caiu, levando com ela vários veículos e seus ocupantes.

Sabem como a notícia chegou no Brasil?

A ponte caiu causando mortes e prejuizos mas, o mais importante, foi que um motorista de onibus conseguiu frear a poucos metros da tragédia e salvou a vida de 40 crianças.

Lá eles também fazem "cagadas", têem seus engenheiros incompetentes e seus burocratas corruptos. Mas o que interessa ao mundo são seus HERÓIS.



Escrito por Armando às 12h32
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Furo de reportagem...

Agora com a posse do novo Ministro da Defesa podemos ficar mais tranquilos quanto aos problemas no Tráfego Aéreo.

Numa lance genial de criatividade, em seu primeiro despacho, tomou a seguinte decisão:

"Não vamos aumentar o aeroporto de Congonhas e sim diminuir os aviões..."



Escrito por Armando às 22h20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Receita de Peru Assado.

Todos que me conhecem sabem da minha paixão pela cozinha. É um hobby e tanto cozinhar por prazer. Todos deveriam tirar um dia por semana para se dedicarem a um prato especial, para fazerem para algum casal amigo, só para ter a desculpa de beber alguma coisa e jogar conversa fora. Tá certo que ainda estamos longe do Natal, mas vai aí uma receita que a Lili http://quaseamor.zip.net me mandou e que fiz e ficou sensacional:

Receita de Perú Assado.

Ingredientes:
1 garrafa de whisky - do bom, é claro!!
1 peru de aproximadamente 5 Kg
Sal pimenta e molho verde a gosto
350 ml de azeite extra virgem
500 g de bacon em fatias
Nozes
moídas


Modo de preparar:
Envolver o peru no bacon e temperá-lo com sal, pimenta e
molho verde a gosto. Massajá-lo com azeite. Pré-aquecer o
forno durante aprox. 10 minutos. Servir-se de uma boa dose
(dupla) de whisky enquanto aguarda.
Colocar o peru numa assadeira grande. Sirva-se de mais duas
doses de whisky. Ajustar o terbostato na marca 3, e, debois
de uns binte bidutos, bonha para assassinar. Digu, assar a
ave. Beber bais uba dose de whisky.
Debois de beia hora, formar a baertura e controlar a
asssadura do pato.
Tentar zentar na gadeira, zervir-se de uooooootra dose boa
de whisky.
Gozer (?), gosturar(?), gozinhar (?), sei lá, foda-se o
beru. Deixááár o vilho da buta no vorno bor ubas 4 horas.
Tentar tirar a berda do beru de lá. Bandar bais uba boa dose
de whisky pa dentro, Dendar nobabente tirar o cabrããão do
beru do vorno, borgue na bribeira denndadiiiva dãão
deeeeeeeuuuu. Begar o beru que gaiu no jão, e enjugar o
vilho da buta gom o bano de limparrr o jão e gologá-lo duba
pandeja ou galguer outra borra, bois, avinal, vozê nem
gossssssssta buito dessa berda de beru.Bronto!


Dum vumita do vrango, garaio!!!



Escrito por Armando às 21h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


A marvada pinga.

Eu tinha lá em casa dez garrafas de cachaça, da boa.
Mas minha mulher obrigou-me a jogá-las fora.
Peguei a primeira garrafa, bebi um copo e joguei o resto na pia.
Peguei a segunda garrafa, bebi outro copo e joguei o resto na pia.
Peguei a terceira garrafa bebi o resto e joguei o copo na pia.
Peguei a quarta garrafa, bebi na pia e joguei o resto no copo.
Peguei o quinto copo, joguei a rolha na pia e bebi a garrafa.
Peguei a sexta pia, bebi a garrafa e joguei o copo no resto.
A sétima garrafa eu peguei no resto e bebi a pia.
Peguei no copo, bebi no resto e joguei a pia na oitava garrafa.
Joguei a nona pia no copo, peguei na garrafa e bebi o resto.
O décimo copo, eu peguei a garrafa no resto e me joguei na pia.



Categoria: PIADA DO DIA
Escrito por Armando às 21h51
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Ocupado!

A vida de casado não é fácil! Muitos homens da minha geração casaram-se apenas para poderem ter uma mulher disponível para lhes satisfazer os desejos na hora que quisessem. Mas não é bem assim. Todos já sabem das diferenças que existem entre homem e mulher em matéria de desejo sexual. Homens fazem sexo e mulheres fazem amor. Aquela célebre frase do Ari Toledo que diz: “Água de morro abaixo, fogo de morro acima e mulher quando quer dar, ninguém segura!” também tem o inverso; quando não estão a fim, não adianta. Um dos prazeres que elas têm (ou seria vingança?) é dizer que “estou ocupada”, ou seja, “naqueles dias”, e assim inibe qualquer investida do parceiro.

Também sofro com isso, e o pior é quando a coisa está desregulada e nunca se sabe quando pode liberar, o que nos deixa na secura.

Dias atrás passei por uma situação assim. Parecia até gozação. Quando as circunstâncias favoreciam: “Estou ocupada!”. Não estava me contentando e resolvi armar uma. Por três noites fiquei na espreita, até que consegui.

Ao chegar do trabalho, já tarde da noite, a esposa dormindo, fui tomar banho. Tudo na tranqüilidade e relax. Fiz até a barba! Creme. Perfume. Pijama limpo e me deitei. Nada! Apenas um suspiro dela dizendo que dormia. Ajeitei-me na cama para mais uma sessão de cinema. Já se passavam de uma hora da manhã quando ela, novamente suspirou mais fundo e soltou: Ah! Que delícia! Eu, com voz firme, retruquei: - Também vou arrumar uma “delícia” pra mim...

- Ah! Meu bem! Não fale assim... Eu estou cansada, né?

Revirou-se um pouco na cama e sentindo a consciência um pouco pesada, levantou-se e foi ao banheiro. Escutei quando começou a escovar os dentes. Pensei: está aí a minha oportunidade! E armei!

Deixei ela se chegar toda carinhosa e se oferecendo. Mãos pelo cabelo, beijinhos na orelha, palavras de carinho, e eu na minha... Já tinha desligado a tv e só a luz do abajur iluminava o quarto, pronto pra dormir.

Sua mão deslizou pelos pêlos do meu peito e foram se alojar bem no pretendente. Aí foi a surpresa...

- Que é isso? Gritou ela assustada.

Eu, na maior cara de pau disse: “Não viu? Estou ocupado!” e dei-lhe um “Moddess” que retirei da cueca para jogar no lixo. KKKKK!

Nem preciso dizer que o resto da noite foi bem divertida e que o jejum chegou ao fim.

 



Escrito por Armando às 15h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


3

A respeito dos comentários no post abaixo, sentí as pessoas um pouco pessimistas quanto aos seres humanos. É claro que existe muita coisa errada, devido ao ambiente em que vivem e as condições sócio-econômicas em que se encontram; juntamente com o despreparo e imaturidade, as pessoas podem cometer certas atrocidades com seus filhos que são imperdoáveis. Mas, vejam bem, o ser humano é o único animal na natureza que cuida de seus filhotes até morrer. Os pássaros, assim que seus filhotes estão prontos para voar e enfrentar a vida, jogam-nos para fora do ninho. A vaca, assim que o bezerro tem condições de comer capim, lasca-lhe um coice e manda se virar... E o ser humano? Muitas vezes abdicam de sua própria vida para cuidarem de marmanjos folgados. Ou será que estou errado? Tudo ao seu tempo...



Escrito por Armando às 15h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Bebe gorila.

         Mary Zú, como é chamada, um bebe gorila de seis meses foi internada na unidade de pediatria de um hospital na Alemanha, após ser espancada pelo pai e abandonada pela mãe. Seu estado é grave, mas estável.

Se Darwin estivar certo, talvez ainda os gorilas tenham um meio de saber quando um filho será problemático e sem solução.

Nós, simples seres humanos e cheios de compaixão para com todos (inclusive políticos) nunca desistimos de nossos filhos, por mais problemáticos que sejam...

 



Escrito por Armando às 16h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Selo de Blog que faz rir.

Olhem só, que bonitinho ficou meu selo de “BLOG QUE FAZ RIR”.

Só tenho que agradecer à Lili pela indicação.

Me cabe agora indicar mais cinco... Êta tarefa difícil!!!

Infelizmente tenho que sair fora um pouco da regra e anunciar e não indicar, já que os meus escolhidos, ou já são Blogs consagrados, ou já ganharam o selo. No entanto aí vai:

Jesus me chicoteia! http://www.jesusmechicoteia.com.br

Padre Levedo. http://www.padrelevedo.hpg.ig.com.br

Sheherazade. http://reginasimoes.blogspot.com 

Homem é tudo palhaço http://tudopalhaco.blogspot.com

Um homem sincero. http://www.umhomemsincero.blogger.com.br (uma pena que anda desatualizado, mas vale a pena conhecer).

Boas risadas pra vcs, pois eu estou rindo à toa...

 



Escrito por Armando às 16h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


BOM HUMOR.

O Humor é contagiante - para o bem e para o mal - portanto, sorria, e contagie todos ao seu redor com a sua alegria.

Dr. Dráuzio Varella.



Categoria: TODO DIA APRENDO UMA COISA
Escrito por Armando às 12h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


CITAÇÕES SOBRE O VINHO.

EUBULUS* (355-346 a.C)
"As dez taças de vinho"
"Eu preparo três taças para o moderado: uma para a saúde, que ele sorverá primeiro, a segunda para o amor e o prazer e a terceira para o sono. Quando essa taça acabou, os convidados sábios vão para casa. A quarta é a menos demorada, mas é a da
violência. A quinta é a do tumulto, a sexta da orgia, a sétima a do olho roxo, a oitava é a do policial, a nona a da ranzinzice e a décima a da loucura e da quebradeira." (*Administrador de Atenas)



Categoria: TODO DIA APRENDO UMA COISA
Escrito por Armando às 00h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil





BRASIL, Sudeste, CRAVINHOS, CENTRO, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Gastronomia, Livros, FILMES



Meu humor



Histórico


Categorias
Todas as mensagens TODO DIA APRENDO UMA COISA PIADA DO DIA DISCURSOS DE DON QUIXOTE



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 releituras/textos-crônicas
 prato feito
 Quase histórias de amor
 mensagens espíritas
 Coisinhas que acontecem
 Ana Carla
 Mulher de fases
 Márcia do Valle
 On my mind
 Minha casa no céu
 ETzinha
 DESASSISTIDAS
 MaFê
 SHEHERAZADE
 CLARINHA
 Visite à vontade
 proteção aos animais
 Café no cafofo
 Na ponta do lápis
 Antigas ternuras
 Ana Luiza